Skip navigation

Sobre o Comentário feito à matéria no Conjur em

http://www.conjur.com.br/2016-dez-29/eduardo-fonseca-costa-renovacao-ciencia-processual

Faltou dizer …

Parabéns pela abordagem.

A processualística agora incorpora uma tecnologia que, atualmente, força todos os advogados à referida plástica cerebral gnoseológica.

Há uma legião de mutilados, inválidos e incapazes que se acotovelam nos pronto-socorros montados pela OAB para conseguir peticionar eletronicamente, ou seja, respiram por aparelhos.

É um genocídio do advogado liberal, como era até agora conhecido.

Em algum grau, os processos judiciais, hoje, constituem-se em um fim em si mesmos, aqui e em qualquer lugar do mundo.

O que importa é amarrar possíveis competidores em anos de complexo e caro processo em Cortes federais, deixando qualquer modelo de negócio em um permanente estado de incerteza.

Com os advogados, não é diferente.

A nossa desorganização para tratar da reorganização dos cidadãos em tempos de internet, é evidente.

Nossa incapacidade de reconstruir os Estatutos da OAB em tempos de processo eletrônico é o primeiro e maior empecilho.

Se não formos capazes de nos reinventar como uma entidade indispensável à administração da Justiça, pregar a reforma política, em tempos de Lava-Jato, parece piada de advogado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: